Sexta-feira, 16 de dezembro de 2016 às 13:27 em Novidades
Ex-bruxa diz que há ligação entre ioga e ocultismo: “É uma prática para convidar demônios”

Ioga é uma forma espiritual de se alinhar com divindades do hinduísmo, conforme explica Beth Eckert, uma ex-bruxa convertida ao cristianismo.

"Eu sei que há uma enorme controvérsia em torno da ioga", disse Beth em seu blog. "Parece ser uma ótima maneira de ficar saudável, alinhar seu corpo e seu espírito, mas não se deixe enganar”.

Beth praticou ioga por muitos anos, mesmo depois de se tornar cristã, por acreditar que a prática era inofensiva. “Levei algum tempo para perceber que era uma prática espiritual e que essa espiritualidade não era compatível com o único e verdadeiro Deus. Fui crescendo em minha relação com Jesus Cristo e comecei a perceber que não dá para desconectar a natureza espiritual da prática da ioga”, disse ela.

Ela observa que as religiões orientais sempre foram populares por serem permeadas de cores, artes e sentimentos positivos. No entanto, cada uma dessas religiões é baseada em princípios espirituais alinhados com deuses e deusas.

“Práticas como ioga, meditação, kung fu, karate, acupuntura, mantras, mandalas, reiki e feng shui são baseadas nesses ensinamentos espirituais ou princípios que incorporam os deuses e deusas. Há um só Deus, e Ele é Aquele que criou os céus e a terra. Qualquer outro ‘deus’ é como Satanás: quer se tornar semelhante a Deus, a fim de ganhar poder e controle sobre a humanidade”, ela explica.

Beth afirma que a ioga, em particular, é muito perigosa por causa do impulso que ganhou até mesmo dentro da igreja. “Quando eu cresci em minha relação com Jesus Cristo, eu entendi que ioga era uma prática espiritual para convidar demônios”, ela explica. “Cada ioga específico tem o propósito alinhar seu espírito e sua alma com diferentes divindades. Ela canaliza o espírito kundalini através de sua coluna, que dizem ser a salvação de seu corpo. O espírito kundalini é conduzido pelo poder da deusa Shakti, do hinduísmo”.

Para os cristãos que atualmente praticam ioga, Beth aconselha: “Tire um tempo para se dedicar à oração, pedindo a Deus para revelar a Sua verdade para você. Devemos trazer tudo diante do Senhor Jesus Cristo para enxergarmos as coisas a partir de um ponto de vista muito maior que o nosso”.

“Deus não odeia nenhuma pessoa que tenha feito ou está fazendo ioga”, observa. “Ele entende os corações e as mentes das pessoas e sabe porque nós escolhemos fazer as coisas que fazemos. Ele quer que tenhamos uma revelação ainda mais profunda de Seu Espírito. Somente através dessa liberdade poderemos verdadeiramente experimentar e conhecer o coração de Deus e Seu amor por nós. O diabo quer roubar isso de nós e nos convencer que suas artes obscuras são realmente saudáveis e boas”.

COMENTÁRIOS